CLICAR NAS IMAGENS

CLICAR NAS IMAGENS SE DESEJAR VER MELHOR

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

CALEIDOSCÓPIOS no Vocacional de Cerâmica, Fotografia e Multimédia

UM TRABALHO MULTIDISCIPLINAR A PARTIR DA DISCIPLINA DE FÍSICA.


CONSTRUÇÃO DE CALEIDOSCÓPIOS



No dia 27 de novembro, os alunos do Curso Vocacional de Cerâmica, Fotografia e Multimédia da Escola Secundária de Matias Aires, lançaram mãos à obra e ao esforço e construíram caleidoscópios, na aula de Físico Química.

Como o próprio nome indica, vindo do grego clássico, o instrumento permite “ver belas imagens (kalós – belo; eídos – imagem; scopê – ver) e consiste num tubo alongado, dentro do qual se colocam três espelhos, que formam um prisma quadrangular, com a parte reflectora virada para dentro. Numa das extremidades, são colocadas lâminas transparentes com objectos de cores vivas e/ou formas diferentes, iluminadas pela luz que entra pelo tubo. A outra extremidade é tapada, deixando apenas um orifício por onde se observa o interior do caleidoscópio. O que se vê é a multiplicação das imagens feita pelos espelhos, que, assim, criam belos efeitos visuais e forma caprichosas.

O objetivo desta atividade foi, de forma lúdica e surpreendente, aplicar os conhecimentos adquiridos em Físico-Química sobre os espelhos planos e as suas propriedades refletoras, criadoras de imagens que os mesmos espelhos multiplicam.

A construção e utilização dos caleidoscópios tem milhares de anos e estes utensílios serviram tanto como brinquedos como instrumentos para criação de modelos para desenhos geométricos em tapeçarias, mosaicos, etc.

Agradecemos a generosidade da Vidrocacém, na pessoa do Sr. Olívio, que gentilmente cedeu os 12 espelhos utilizados na confeção dos caleidoscópios.

Não esquecemos também o entusiasmo da “stora” Sandra e o apoio e simpática participação da Dr.ª Mónica, psicóloga da nossa escola, que muito ajudou na dinamização da atividade, bem como do professor de Português, Manuel Rocha.

E, no fim, todos se sentiram felizes por terem criado coisas bonitas… e úteis.




Boas práticas... Práticas inovadoras. Aprender diferente,

 aprender fazendo.

1 comentário: